Cozinha Italiana Completa, de Antônio e Priscilla Carluccio

 

Cozinha Italiana Completa

 

 

O que me chamou a atenção neste livro foi uma faixa dizendo que seu autor foi um dos tutores de Jamie Oliver. Me confundi, pensando que era uma referência a Gennaro Contaldo. Bastou dar uma folheada para perceber que Antônio Carluccio é bom por si só, independente do seu envolvimento com o chef celebridade.

Carluccio é do sul da Itália e criou sua rede gastronômica na Inglaterra, onde possui uma série de cafeterias, uma escola de culinária e uma loja que me pareceu muito bacana, a Carluccio’s.

O Cozinha Italiana Completa está dividido em grupos de alimento, por exemplo, Peixes e Frutos do Mar, Carnes Frescas e Curadas, Verduras e Legumes e Leite e Derivados. Cada um desses capítulos traz um glossário, dando o significada de diversos ingredientes, não só com os seus significados mas tamém como o modo de preparo, formas de utilização, tradições da Itália, dezenas de fotos, etc.

No fim de cada capítulo, deliciosas receitas com alimentos daquele grupo. Uma delas, eu tinha separado para fazer quando fosse a praia, mas não deu, deixei pra próxima. Neste fim de semana, não quiz mais ficar deixando pra depois.

Triglie Alle Olive

Lista de compras para 4 pessoas

  • O livro sugere 8 salmonetes (ou trilha), cada uma de 125g ou 4 de 250g. Comprei um kilo de pargo, era o mais fresco.
  • Azeite para dourar o peixe.
  • 1 dente de alho, picado finamente.
  • 3 colheres de salsa, picada finamente (Nunca na minha vida medi salsa por colheres, nem vou. Coloquei o tanto que achei suficiente).
  • 85g de azeitonas pretas pequenas. Que Carluccio não me ouça mas eu não só não usei azeitonas de Taggiasca, da Ligúria, como ele sugere, como usei azeitonas verdes, que era o que eu tinha.
  • 4 filés de anchovas picados grosseiramente.
  • 4 colheres de passata, que troquei por um pouco menos de ketchup
  • 200g de tomates descascados, sem sementes e cortados em cubos
  • Sal e pimenta do reino

Como fiz:

Tirei a cabeça do peixe, por que com ela não ia caber na frigideira. Temperei com sal e pimenta do reino por dentro e por fora e o dourei dos dois lados. Tirei da frigideira e separei.

Nela mesma, colquei o alho, a salsa e a azeitona e, depois de uns minutos, as anchovas. Cozinhei até elas se desmancharem. Depois de alguns minutos, coloquei o ketchup e os tomates. Ao invés de voltar o peixe para a panela e cozinhar cada lado por mais 5 mintutos, conforme a receita sugere, coloquei um pouco do molho por cima e dentro dele e finalizei no forno, por uns 10 minutos.

Considerações finais:

Servi com purê de batatas e arroz branco, ficou muito bom, acho que o acompanhamento ideal para esse molho. Foi fácil e rápido de fazer, então com certeza repetirei, só vou mudar o peixe, pois o pargo tem muitos espinhos chatos. Acho que vou tentar até com filé de peixe.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: